Você não precisa de um emprego de b%$ta

Procure um um local de trabalho que te ajude a ser mais humano, te faça produzir mais sem deixar de lado a satisfação em fazer parte dele.

Quando era apenas um estagiário numa empresa, ficava imaginando se algum dia eu poderia realmente fazer o que gostava com liberdade ou se estava para sempre condenado a um local de trabalho chato, fechado e rígido.

Pensava seriamente se meu destino era mesmo receber ordens o dia todo, sem ao menos ter a liberdade de ir tomar um café ou ter que controlar as vezes que ia ao banheiro para minimizar o que poderiam pensar sobre mim. Todos os dias acordava e não tinha o menor ânimo para frequentar aquele local.

Por exemplo, a cada dia me assustava completamente o fato de não saber como seria o humor da minha chefe. Ela era imprevisível. Certos dias ela nos dava até “bom dia”, mas na maioria das vezes, entrava na entre-sala e já ia logo gritando para fazer uma convocação de reunião coletiva na sala dela.

Era todo dia a mesma missa. Começava a reclamando do trânsito da cidade, depois do trabalho dos jornalistas contratados, em seguida lamentava a minha falta de experiência, e finalizava falando do péssimo café que nos era servido. Éramos todos dispensados e o dia já começava com a alegria de freio de mão puxado.

(Se você está gostando do artigo, siga-me e não perca mais nenhum)

Se seu ambiente é um mer#@, você não precisa ser

Sempre gostei de ser jornalista. Concluí então, que o problema não era todas as demandas que meu ofício tinha em si, mas o responsável por todo esse desconforto era o ambiente terrível que éramos obrigados a suportar.

Depois que me desliguei daquela empresa, pensei em um monte de coisas que gostaria que meus trabalhos seguinte tivessem para nunca mais aceitar um trabalho de m%$da. Queria, portanto, lhes fazer algumas recomendações.

Procure um ambiente de trabalho que…

permita conversar sobre coisas que não sejam do trabalho, um local em que você possa movimentar-se sem aquela sensação de estar sendo controlado. Lembre-se de certificar-se que exista possibilidade de concentrar-se facilmente no que faz sem ruídos externos, gritarias ou interrupções sem motivo.

Procure um ambiente de trabalho que você consiga realmente ter a colaboração de colegas de empresa, que tenha espaço para iniciativa e não que tudo seja passivo, que você possa trocar sua mesa ou cadeira de local se tiver possibilidade, que seus colegas te estimem e te valorizem como peça importante.

Procure um ambiente de trabalho que seja permitido expressar-se e compartilhar suas ideias com os demais em todos os níveis, que seu produto/serviço que representa seja digno da sua confiança, que a cultura da organização o faça realmente sentir-se parte dela.

Procure um ambiente de trabalhos que incentivam as equipes, mas sem lhe forçar a fazer o que não quer, que o seu gestor lhe passe resultados gerais do seu trabalho, pois é muito importante saber como ele te vê no processo inteiro. Aliás, qual é a importância que a empresa dá a saúde mental e física dos funcionários?

Procure um ambiente de trabalho em que queira estar ali na maior parte do tempo, que os gestores falam sobre seu futuro, que consiga extrair o seu melhor lá dentro, que possa recomendar a empresa a algum amigo próximo ou familiar sem medo.

Procure um ambiente de trabalho que não se contente em ser somente um local para ir todos os dias, mas que seja realmente um ambiente que apesar de muita pressão, seja também um local de crescimento, aprendizado e segurança.

[Se você gostou do texto, comente e me deixe saber disso]

Acompanhe mais conteúdo por aqui

Linkedin | Facebook | Instagram | Medium |  Rock Content

NOVAS TURMAS DO CURSO DE STORYTELLING E PRODUÇÃO DE CONTEÚDO

LIVRO “MAIS DO QUE RELEVANTE, SEJA IMPORTANTE PARA SUA AUDIÊNCIA ]

RECEBA CONTEÚDOS SOBRE ESCRITA, STORYTELLING, CRIATIVIDADE