NESTE FIM DE SEMANA, ME DEIXA FICAR COM VOCÊ

Neste fim de semana, me deixe ficar agarradinho com você curtindo aquela lista de filmes que fizemos juntos no Netflix. Por favor, me deixa dividir mais uma vez o cobertor com você.

Me deixa te olhar enquanto dorme. Me deixa acordar ao seu lado e não fazer ideia que horas são. Me deixa despertar e sorrir ao lembrar que não tenho nenhum compromisso e que podemos ficar em casa o dia todo se quisermos.

Me deixe ficar rindo do seu pijama novo.  Me deixa perder a noção do tempo. Eu não ligo se a gente vai ficar apenas cantando as velhas canções que gostamos naquele violão surrado ou se vamos tentar cozinhar aquela sobremesa que vimos no Instagram.

Não importa que o dia está lindo e não tem nada para fazer aqui, apenas quero ficar com você aqui grudadinho. Me deixe ficar aqui esperando o mundo acabar. Eu não ligo se está marcando o fim do mundo para os próximos dias, quero apenas nunca mais te largar. Não haverá cometa capaz de me fazer mudar de ideia. Eu quero mesmo ficar com você seja como for.

Me deixa cansar de dizer que o desenho da sua boca me encanta tanto. Que seus olhos espremidinho de alegria me fazem sorrir sem querer. Que seu penteado bagunçado é tudo que mais preciso. Que seu abraço cheio de vida faz minha alma deitar de conforto.

Me deixa esquecer o que não quero lembrar. Me deixa mandar a segunda feira para fora da existência e abraçar o final de semana inteiro com você. Me deixa pensar que nunca mais vai acabar este afago leve nas costas, esta saidinha da dieta e o jeito que acostumei-me a ser feliz com você.

Me deixa zerar um dos seus jogos de video-game, mesmo que eu não saiba jogar. Me deixa recitar Garcia Marquez ou um Mc do funk qualquer. A gente faz pipoca e mergulha no sofá ou fazemos uma competição de cócegas mesmo eu detestando saber que você conhece meu ponto fraco.

Me deixa esquecer do mundo, por um segundo. Na verdade, dois dias. A gente deixa de lado o Whatsapp, Facebook, o Twitter e aquele monte de notificação. Ficamos presos um no outro como se nada mais existisse.

Podemos fazer um vídeo engraçado da gente tentando dançar, uma competição de foto de caretas mais bizarras. A gente elege e escuta a playlist de musicas que são a nossa cara, inventa uns drinks da nossa cabeça, joga cartas ou stop, faz um listagem de coisas que gostamos em nós mesmo.

Apenas me deixa fica com você mais esse tempo, pelo menos, só mais este final de semana.

[Se você gostou do texto, comente e me deixe saber disso]

[Conheça o Curso rápido de Storytelling]

[LEIA O LIVRO “MAIS DO QUE RELEVANTE, SEJA IMPORTANTE PARA SUA AUDIÊNCIA ]

[INSCREVA-SE AQUI PARA RECEBER CONTEÚDOS SOBRE ESCRITA, STORYTELLING, CRIATIVIDADE]

Mais do autor: Linkedin | Facebook | Instagram | Medium | O cara do Blog | Rock Content