E o que fazer com esse medo de empreender?

Não é de empreender que as pessoas têm medo, mas é exatamente de tentar um resultado novo e não atingir. Este é o mal comum: Basta pensarmos alguma realização e a nossa mente é bombardeada por crenças que nos deixam completamente congelados.

O ciclo é o seguinte: Por alguma razão, não acreditamos que somos capazes de realizar algo que nunca fizemos, assim, não encontramos caminhos para pensar em um planejamento mais imediato e um mais de mais longo prazo, por consequência, não sabemos exatamente por onde começar, não conseguimos visualizar ajuda, não vemos razão para dar passos em direção do que precisamos, daí em diante, quase sem resultados concretos, passamos a reforçar mais ainda que não somos capazes de realizar aquilo. E a história imobilizadora vira viciadamente cíclica.

Se você perguntar a qualquer um que deseja mudar sua ideia sobre a vida que leva, que não aguenta mais viver sem significado, descobrirá que o motivo pelo qual ainda não tomou iniciativas concretas é porque não sabe lidar com o medo paralisante de um possível fracasso. As pessoas sempre perdem na batalha com sua própria mente.

Por outro lado, é possível encontrarmos pessoas experientes, que obtiveram bons cargos, boas promoções, bons currículos, chegaram a cargos invejáveis mas permanecem frustradas porque nunca produziram um só dos seus sonhos. São pessoas sofridas por não terem assumido os riscos que gostariam, por ter optado pelo conforto momentâneo, por não ter tido coragem suficiente de buscar algo que desejaram. Tem tudo, menos um propósito.

Alguns ainda, reconhecem que perderam tempo atrás de dinheiro e construíram uma montanha de experiências em cima do terreno que sepultaram seus sonhos. Tem um ditado antigo que aprendi a gostar:

“Tem gente que é tão pobre, mas tão pobre que a única coisa que tem é o dinheiro.”

Não sou um palestrante motivacional, mas gostaria de mais uma vez convidá-lo a ter a coragem de se perguntar porque realmente você existe. Esta pergunta é poderosa para resetar nossa mente e fazer qualquer um compreender que a vida aqui não foi feita apenas para trabalhar em uma coisa que não é tem a ver com nossos valores. Qualquer um nota que não podemos nos realizar apenas aguardando o final de semana chegar, esperando o "momento certo", o dinheiro que virá ou esperando o fim do ano.

Talvez seja por isso que tanta gente anda perdida buscando um objetivo para prosseguir, arrastando-se pelas vielas da vida, sobrevivendo dia após dia sem ânimo, sem força, sem vida. Elas já acreditaram que nasceram sem qualquer objetivo e até podem pensar que estão aqui neste planeta aleatoriamente, mas eu acredito que em todos há um dom, uma jornada, um propósito, uma função verdadeiramente aplicada neste planeta. Ninguém está aqui de passeio. Ninguém está aqui para ser mais um na multidão.

A verdade sobre a maioria das pessoas é que muitas acreditam que um dia o propósito da sua vida baterá em sua porta e dirá: “Ei, acho que podemos andar juntos?”, mas isso nunca vai acontecer, porque somos nós que precisamos encontrar-se com ele.

Eu costumava me perguntar: Existe algum projeto que você seria capaz de fazer até mesmo de graça? Sim, e eu fiz durante muito tempo. Existe algum objetivo que deseja apesar de visualizá-lo muito distante de você agora? Sim, muitos, mas tenho procurado realmente trabalharmos nisso. O que te arrasta de casa sem pensar? É isso que te dará sentido.

Alguns dos nossos propósitos já estão claros em nossos corações, mas escolhemos não ver porque fomos completamente convencidos pela nossa mente a não acreditar que podemos conseguir fazer diferente. Comece mudando o padrão!

Se você não usar aquilo que tem, que sabe fazer, que te inspira, para caminhar, não sairá do lugar nunca. Eu gosto de chamar essa coisa de dom. Se você não aprender a buscá-lo não estará apenas traindo a si mesmo, mas o mundo todo.

[Se você gostou do texto, comente e me deixe saber disso]

Acompanhe mais conteúdo por aqui

Linkedin | Facebook | Instagram | Medium |  Rock Content

[LEIA O LIVRO “MAIS DO QUE RELEVANTE, SEJA IMPORTANTE PARA SUA AUDIÊNCIA ]

[INSCREVA-SE AQUI PARA RECEBER CONTEÚDOS SOBRE ESCRITA, STORYTELLING, CRIATIVIDADE]